Aniversário da instituição é marcado por três grandes inaugurações

agosto 25, 2009

Foto: Eduardo Tropia

Foto: Eduardo Tropia

Comunidade ouro-pretana, autoridades, visitantes e funcionários do Museu da Inconfidência, em Ouro Preto, comemoraram na noite desta terça-feira, 11, os 65 anos da instituição. O evento foi marcado pela inauguração do sistema de iluminação externa, Cineclube, além de Loja e Café.

Para o diretor da casa, Rui Mourão, as novidades são um presente para a cidade. “A nova iluminação, somada ao alteamento do piso da Praça Tiradentes, representa um grande ganho para Ouro Preto. O local poderá ser explorado pelo comércio e ser utilizado também para apresentações culturais”, diz. Oitenta e nove lâmpadas foram utilizadas para valorizar ainda mais a arquitetura da antiga Casa de Câmara e Cadeia de Vila Rica, construída no século 18.

Já no interior da instituição, os visitantes ganharam novo espaço com a Loja e Café. “A cidade é repleta de ladeiras, e há muito para ser visto. A partir de agora, a instituição oferece um local adequado para o descanso desses turistas, que terão também a oportunidade de adquirir livros e souvenirs de bom gosto, personalizados com a marca do Museu”, afirma o diretor.

As novidades se entendem também ao Anexo I do Inconfidência, com o Cineclube. A população contará com sessões gratuitas de clássicos do cinema brasileiro e de grandes filmes estrangeiros, realizadas quinzenalmente. Haverá sempre a presença de um explicador e de um coordenador de debates, com o propósito de aprimorar o gosto do expectador. “Grandes nomes da produção cinematográfica brasileira também serão convidados a participar dessas sessões”, conta o diretor.

Para o presidente do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) – autarquia vinculada ao Ministério da Cultura -, José do Nascimento Júnior, as novidades provam que o Museu é uma instituição completa, que já fez muito, porém é sempre capaz de mostrar algo mais. “Estamos entregando não só para Ouro Preto, mas também para Minas e o Brasil, um Museu modernizado, do qual nos orgulhamos. Espero que a comunidade veja no IBRAM um parceiro, a partir das novidades apresentadas pelo Inconfidência”, diz. “Rui Mourão, que já se imortalizou enquanto escritor na Academia Mineira de Letras, agora também se imortaliza pelo trabalho que realiza frente ao Museu”, conclui.

A grande festa também encantou moradores e turistas. É o caso do engenheiro naval Nelson D´Alencastro, morador do Rio de Janeiro, de passagem por Ouro Preto a trabalho. “Tive a sorte de passar por aqui justamente hoje, e fiquei encantado com tudo que vi. Poucas são as instituições em Minas, e até mesmo no Brasil, que realmente oferecem toda essa estrutura e serviços de qualidade a seus visitantes e à comunidade”, afirma.

O evento foi encerrado com a exibição de um vídeo institucional sobre os bastidores da instituição. Em um clima descontraído, funcionários relataram como é a rotina e a soma de esforços que fazem do Inconfidência um dos maiores centros culturais do Estado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: